… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

4 de novembro


Oswald Chambers 
My Utmost for His Highest

 4 de novembro A autoridade da verdade

Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós” (Tg 4:8, ARC, Pt)

É essencial que tu dês às pessoas a oportunidade de atuar de acordo com a verdade de Deus. A responsabilidade deve ser deixada com o indivíduo. Tu não podes atuar por ele. Deve ser o seu próprio ato deliberado, porém a mensagem evangélica deve sempre conduzi-lo à ação. O recusar-se a agir deixa uma pessoa paralisada, exatamente onde estava anteriormente. Mas uma vez que ele atua, ele nunca é o mesmo. É a loucura aparente da verdade que oferece resistência no caminho de centenas de pessoas que têm sido convencidas de que são culpadas pelo Espírito de Deus. Logo que me apresso a atuar, começo a viver. Qualquer coisa menos é meramente existir. Os momentos que eu realmente vivo são os momentos no tempo em que atuo com toda a minha vontade.

Quando uma verdade de Deus é mostrada claramente à tua alma, nunca a deixes passar sem agires sobre ela internamente na tua vontade, não necessariamente externamente, mas na tua vida física. Grava-a com tinta e com sangue— introduze-a na tua vida. O mais fraco dos santos que se compromete com Jesus Cristo é livre no instante em que atua e o poder omnipotente de Deus está disponível a seu favor. Chegamos à verdade de Deus, confessamos que havemos atuado mal, mas falhamos novamente. Então chegamo-nos uma vez mais, mas voltamos a falhar, até que finalmente aprendemos que não devemos retroceder. Quando somos confrontados com alguma palavra da verdade do nosso Senhor redentor, devemos movermos diretamente para selarmos o nosso compromisso com Ele. “Vinde a Mim...” (Mateus 11:28). A Sua palavra Vinde significa “atuar.” Mas a última coisa que queremos fazer é chegarmo-nos a Ele. Mas toda a gente que o faz sabe que naquele exato momento, o poder sobrenatural da vida de Deus o invade. O poder dominante do mundo, a carne, e o diabo está agora paralisado, não pelo seu ato, mas porque te uniu a Deus e ao Seu poder redentor.


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: