… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

4 de novembro


C. H. Spurgeon
Leituras Matutinas
4 de novembro

“O meu poder se aperfeiçoa na fraqueza.” (2Co 12:9, ARC, Pt)


UM requisito elementar para servir a Deus com algum êxito e para realizar bem e triunfalmente a Sua obra, é ter consciência da nossa própria fraqueza. Quando o soldado de Deus parte para batalha confiando nas suas forças, quando disser jactanciosamente: “Sei que sairei vencedor; o meu braço e minha espada me levarão a vitória”, então a sua derrota é segura. Deus não acompanhará o homem que parte confiando nas suas próprias forças. O que confia vencer dessa forma está muito equivocado, pois, como está escrito, “Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o SENHOR dos Exércitos.” Os que saem a lutar jactando-se da sua valentia, voltarão arrastando as suas bandeiras no pó e com as suas armas cobertas de ignomínia. Os que servem a Deus devem servi-lo como Ele o dispõe e com as forças que Ele dá, senão Deus nunca aceitará os seus serviços. O que os homens fazem sem ajuda divina, Deus nunca o pode reconhecer. Ele despreza os frutos simples da Terra; Ele colhe apenas o grão cuja semente foi semeada pelo Céu, regada pela Graça e maturada pelo sol do amor Divino. Antes de pôr em ti o que é Seu, Deus tirará para fora o que é teu; antes de encher os teus celeiros com o trigo mais fino, Ele limpá-los-á. O rio de Deus está cheio de água, porém, nenhuma das suas gotas procede de fontes terrestres. Deus usará nas Suas batalhas apenas as forças que Ele reparte. Estás lamentando-te da tua fraqueza? Cria coragem, pois tens de ter consciência da tua fraqueza antes de que o Senhor te dê a vitória. A tua vacuidade é apenas uma preparação para que possas, depois, ser cheio; e o teu abatimento é somente uma preparação para que possas, mais tarde, ser exaltado.



“Quando estou fraco então sou forte,

A Graça é o meu escudo e Cristo o meu canto.”


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.


Tenho deixado os meus leitores desfrutarem das publicações inéditas que vou apensando diariamente no meu blogue. Casualmente verifiquei que as Meditações Matutinas e Vespertinas de C. H. Spurgeon que eu traduzi estão publicadas ipsis verbis no Brasil, sem indicação do autor, ao preço de R$45,00 e em Portugal a €19.99 EUR!!!
Que roubalheira!!!
Isto dói e não é sério nem cristão.
Carlos

Sem comentários: