… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sábado, 5 de novembro de 2016

5 de novembro




Aos Pés Do Mestre
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras de
C. H. Spurgeon

5 de novembro – O TRABALHO MAIS IMPORTANTE

Então lhes disse: Bem vedes vós a miséria em que estamos, que Jerusalém está assolada, e que as suas portas têm sido queimadas a fogo; vinde, pois, e reedifiquemos o muro de Jerusalém, e não estejamos mais em opróbrio. Então lhes declarei como a mão do meu Deus me fora favorável, como, também, as palavras do rei, que ele me tinha dito. Então disseram: Levantemo-nos, e edifiquemos. E esforçaram as suas mãos para o bem.” (Ne 2:17-18, ARC, Pt)

Penso que o melhor trabalho que se faz para Deus, com frequência, é levado a cabo de uma maneira irregular. Cada vez mais me sinto como aquele velho soldado de Waterloo quando lhe perguntaram acerca do melhor uniforme que um soldado devia usar. O duque de Wellington perguntou-lhe: “Se tivesses de combater outra vez em Waterloo, como gostarias de ir vestido?” A resposta foi: “Por favor, senhor, eu gostaria de ir só com a minha camisa”, creio que isso é o melhor. Livra-te de todas as coisas supérfluas e enfrenta o que seja. Ali estão as multidões, indo-se diretas para o inferno, e nós estamos considerando este modo de obrar ou aquele outro, e calculando as melhores formas de não o fazer, e criando comités para considerar e debater, para decidir datas e pospor, e deixamos a obra suspensa no momento. A melhor forma é levantar-se e levar a cabo o trabalho, e depois reunir o comité e debater. Deus assegura-nos que o podemos fazer. Meu filho, vai trabalhar hoje. Faz algo prático, real, com resultados.

E ao referirmo-nos a um bom trabalho, fica implícita a ideia de que se necessitará de esforços, dedicação, seriedade, negação de si mesmo, quiçá algo que exigirá perseverança. Com toda a responsabilidade terás de te aferrar a isso. Terás de te entregar à tarefa de todo coração e deixar muitas outras coisas que estorvem o teu labor.



A Bíblia, do princípio ao fim, num ano: Jr 13-16


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: