… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

domingo, 25 de dezembro de 2016

25 de dezembro



Oswald Chambers

My Utmost for His Highest

25 de dezembro  O Seu nascimento e o nosso novo nascimento

“Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho e chamá-lo-ão pelo nome de Emanuel, que traduzido é: Deus connosco.” (Mt 1:23, ARC, Pt)

O Seu nascimento na História. “... O Santo, que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus” (Lucas 1:35, ARC, Pt). Jesus Cristo nasceu neste mundo, não dele. Ele não surgiu da história, Ele entrou na história vindo de fora. Jesus Cristo não é o melhor ser humano de que a raça humana se pode orgulhar— Ele é um Ser de quem a raça humana não pode dar explicação alguma. Ele não é um homem que Se tornou Deus, mas o Deus encarnado— o Deus que Se manifestou em carne humana, de fora. A Sua vida é a mais elevada e a mais santa que entrou pela mais humilde das portas. O nascimento de Nosso Senhor foi um advento— a aparição de Deus em forma humana.



O Seu nascimento em mim. “Meus filhinhos, por quem de novo sinto as dores de parto, até que Cristo seja formado em vós …” (Gálatas 4:19, ARC, Pt). Assim como o nosso Senhor entrou na história humana, a partir do exterior, assim também Ele deve entrar em mim, a partir do exterior. Tenho eu permitido que a minha vida se torne numa “Belém” para o Filho de Deus? Eu não posso entrar no reino do reino de Deus a não ser que eu nasça de novo do alto por um nascimento totalmente diferente do nascimento físico. “Necessário vos é nascer de novo” (João 3:7, ARC, Pt). Isto não é um mandamento, mas um facto baseado na autoridade de Deus. A evidência do novo nascimento é que eu me rendo tão completamente a Deus a fim de que “Cristo seja formado” em mim. E logo que “Cristo seja formado” em mim, a Sua natureza imediatamente começa a atuar através de mim.



Deus manifesto em carne. Isto é o que se torna tão profundamente possível para ti e para mim por meio da redenção do homem através de Jesus Cristo.


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: