… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

5 de dezembro


C. H. Spurgeon

Livro de Cheques do Banco da Fé
5 de dezembro

“Este habitará nas alturas; as fortalezas das rochas serão o seu alto refúgio, o seu pão lhe será dado, as suas águas serão certas.” (Is 33:16, ARC, Pt)

O homem, a quem Deus tem dado a graça de ser inocente na sua vida, vive em completa segurança.



Ele habita nas alturas, para além do mundo, fora do alcance dos tiros do fuzil do inimigo e perto do Céu. Ele aspira a altas metas e propósitos, e encontra grande consolo e companhia. Ele regozija-se nos montes do amor eterno, onde tem a sua residência.



Fortalezas de rochas serão o seu lugar de esconderijo. As coisas mais estáveis no Universo são as promessas e os propósitos do Deus imutável, e isto é a salvaguarda do crente obediente.



O crente será sustentado por esta grande promessa: «O seu pão lhe será dado.» Como o inimigo não consegue escalar a fortaleza, nem derribar a muralha, assim a praça forte não pode ser tomada nem pelo sítio, nem pela fome. O Senhor, que fez chover o maná no deserto, guardará o Seu povo com adequadas provisões, ainda que esteja cercado por inimigos que pretendam vencê-lo pela fome.



E se, porém, falta a água? Isso não pode acontecer, porquanto diz a promessa: «as suas águas serão certas.» Há um manancial inesgotável na fortaleza inexpugnável. O Senhor velará para que nada falte. Ninguém pode tocar o cidadão da verdadeira Sião. Por feroz que seja o inimigo, o Senhor protegerá os Seus escolhidos.




Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: