… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

6 de dezembro

C. H. Spurgeon

Livro de Cheques do Banco da Fé
6 de dezembro

“Quando passares pelas águas estarei contigo, e quando pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti.” (Is 43:2, ARC, Pt)

Não existe qualquer ponte: temos de passar forçosamente pelas águas e sentir o ímpeto dos rios. Na inundação a presença de Deus é melhor do que uma barca. Seremos provados, mas sairemos vitoriosos, porque o SENHOR Deus, mais poderoso do que muitas águas, estará connosco. Pode, por algum tempo, parecer encontrar-Se longe do Seu povo, todavia, com toda a certeza, o Senhor estará com o Seu povo no meio das dificuldades e perigos. As aflições da vida poderão elevar-se a uma extraordinária altura, porém o Senhor estará à altura de qualquer conjuntura.

Os inimigos de Deus podem semear o nosso caminho com perigos da sua própria feitura, isto é, perseguições e cruéis escarnecimentos que, para nós, são como um forno ardente. O que se passa, então? Andaremos sobre as chamas. Se Deus estiver connosco não nos queimaremos; não, nem sequer se aperceberá em nós o cheiro do fogo.

Que maravilhosa segurança tem o peregrino nascido do Céu e que para o Céu caminha! As muitas águas não o afogarão nem o fogo o consumirá. A Tua presença, oh Senhor, é a protecção dos Teus santos contra os múltiplos perigos do caminho! Olhai! Com fé me entrego a Ti, e o meu espírito entra no descanso.

Tradução de Carlos António da Rocha

****
Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: