… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

8 de dezembro



C. H. Spurgeon

Leituras Vespertinas
8 de dezembro

“Tu, ó Deus, proveste o pobre da Tua bondade.” (Sl 68:10, ARC, Pt)

TODAS as dádivas de Deus são dádivas preparadas, guardadas em depósito para as necessidades previstas. Ele antecipa as nossas necessidades; e da abundância que Ele tem entesourada em Cristo Jesus, Ele provê o pobre da Sua bondade. Tu podes confiar nEle em todas as necessidades que possam ocorrer, porquanto Ele tem previsto, infalivelmente, cada uma delas. Ele pode dizer de nós em todas circunstâncias: “Eu sabia que te ia acontecer isto ou aquilo”. Um homem viaja através do deserto, e quando ele tem viajado um dia e levanta a sua tenda, ele descobre que carece de muitas comodidades e coisas necessárias que ele não trouxe na sua bagagem. “Ah!”, diz ele, “eu não previ isto: se eu tivesse de fazer outra vez esta viagem, eu traria estas coisas que me são tão necessárias para o meu bem-estar.” Porém, Deus viu com olhos prescientes todas as necessidades dos Seus filhos pobres e errantes, e quando essas necessidades ocorrem, já as provisões estão prontas. É por bondade que Ele tem provido o pobre coração, sim, por bondade e só por bondade. “A Minha graça te basta.” “E a tua força será como os teus dias”.

Leitor, está o teu coração triste esta noite? Deus sabia que ele estaria; o consolo que o teu coração necessita está entesourado na segurança graciosa do texto. Tu és pobre e necessitado, mas Deus pensou em ti e tem, em depósito, a bênção exata que tu necessitas. Reclama a promessa, crê nela e obtém o seu cumprimento. Tens a impressão de que nunca foste tão conscientemente vil como és agora? Olha! A fonte carmesim ainda está aberta, com toda a sua antiga eficácia para lavar os teus pecados. Nunca te acharás numa situação tão desesperadora que Cristo não te possa ajudar. Nunca os teus assuntos espirituais se acharão num tal apuro que Cristo não possa fazer frente à emergência, porquanto toda a tua história foi prevista e todas as tuas necessidades foram providas em Jesus.

Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: