… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

terça-feira, 14 de março de 2017

14 de março de 1861 • João Gomes da Rocha, filho adotivo do Dr. Robert Kalley


14 de março de 1861 João Gomes da Rocha,
filho adotivo do Dr. Robert Kalley

João Gomes da Rocha, médico missionário, filho adoptivo e espiritual do Dr. Robert Reid Kalley. Foi adoptado pelo casal Kalley, missionários escoceses, então no Brasil. Foi baptizado, aos 24 anos, por Robert Kalley na Escócia, em 18 de outubro de 1885. Era filho do cagaréu António Gomes da Rocha e da açoriana terceirense Maria do Carmo, e nasceu neste dia 14 de março de 1861 no Brasil, no Rio de Janeiro.



Da Rocha estudou e concluiu com aproveitamento a sua licenciatura em medicina em Londres. Depois disso foi médico missionário na própria Inglaterra, em ligação com a “Mildmay Mission to the Jews”. Estagiou na Argentina e no Uruguai. E como seria natural, na viagem marítima para estes países aproveitou a oportunidade para visitar a sua família no Brasil. Nessa ocasião, a 3 de dezembro de 1893, filiou-se na Igreja Evangélica Fluminense, fundada pelo casal Kalley, seus pais adoptivos, e da qual foi membro toda a vida.



E ao regressar à Inglaterra, depois de estagiar na Argentina e no Uruguai, de passagem, permaneceu por algum tempo na sua terra natal e tendo realizado trabalho evangelístico nos Estados do Rio, do Espírito Santo e São Paulo.



Mais tarde, ainda em ligação com a “Mildmay Mission to the Jews” trabalhou como médico missionário na grande ilha de Madagáscar, situada no Índico, em frente de Moçambique, e depois ainda em várias estancias missionárias em África.



Depois, acabado o trabalho missionário, e voltando a Londres, aí permaneceu e aí exerceu medicina até que faleceu em 11 de julho de 1947.



O Dr. João Gomes da Rocha viveu a maior parte da sua vida em Inglaterra, contudo ele dominava com mestria a Língua Portuguesa. Traduziu inúmeros hinos, produziu outros incorporados inicialmente no "Salmos e Hinos" e, posteriormente, em quase todos os hinários evangélicos de língua portuguesa. Da sua lavra há 62 hinos nos “Salmos e Hinos” da Igreja Presbiteriana do Brasil, e 32 no “Hinário Evangélico com Músicas Sacras”, editado pela Confederação Evangélica do Brasil, em 1962. Foi responsável pelas edições de 1889, 1899 e 1919 do "Salmos e Hinos", cujos direitos autorais legou à Igreja Evangélica Fluminense em 1947, ano de seu falecimento.



Da Rocha ainda escreveu o livro “Lembranças do Passado” sobre o trabalho evangelístico que o Dr. Kalley realizou no Brasil. E cooperou ativamente com Sara Kalley, após o falecimento do esposo dela, no preparo de algumas edições do hinário “Salmos e Hinos”.



Finalmente, e não menos importante é a sua participação na criação em 1893 da “Help for Brazil”, uma sociedade missionária fundada no Reino Unido por um grupo de 14 pessoas. Entre elas estão o Dr. João Gomes da Rocha, Sarah Poulton Kalley, viúva do Dr. Robert Reid Kalley, o Rev. James Fanstone, pastor da Igreja Evangélica Pernambucana e o célebre missionário Hudson Taylor. A nova entidade tomou o nome de “Help for Brasil” (Auxílio ao Brasil), sendo Sarah Poulton Kalley a sua secretária. Como não dispunha de grandes recursos, a política da “Help for Brazil” foi a de enviar missionários e não o auxílio financeiro. O objetivo desta nova sociedade missionária era cooperar através do envio de obreiros com as igrejas originadas do trabalho do Dr. Kalley, conhecidas como Igrejas Evangélicas e que mais tarde passaram a ser conhecidas como Igrejas Evangélicas Congregacionais no Brasil. E o primeiro missionário enviado para o Brasil foi o Rev. Henrique McCall.



Embora o Dr. João Gomes da Rocha tenha vivido a maior parte da sua vida em Inglaterra (muitos “grandes” pormenores da sua vida me são desconhecidos! … e que gostaria de conhecer), o seu coração era verde e amarelo, tinha o seu povo brasileiro no coração porque a todo o transe procurava a sua salvação e dedicava um amor extremoso à Língua Portuguesa porque cantava afinado em Português bem rimado! E nós ainda hoje cantamos como o Dr. da Rocha cantou! Cristão grado, este brasuca doutor da Rocha, cagaréu do Rio!

****

Fontes Utilizadas:
Vários “Sítios” e enciclopédias na Internet e ainda algumas obras em papel.
Respigado daqui e dali.

Carlos António da Rocha

Este texto é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está escrito com o Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicado nem utilizado para fins comerciais; seja utilizado exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: