… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

“A vossa vida está oculta juntamente com Cristo, em Deus.” (Cl 3:3)


“A vossa vida está oculta juntamente com Cristo, em Deus.” (Cl 3:3)

     Quem governa a Igreja é o Espírito Santo, e os santos são também movidos e governados por ele (Rm 8). E Cristo está com a Sua Igreja até ao fim dos tempos.

     Mas, aqui, surge a pergunta: Aqueles que vocês consideram Igreja são de facto Igreja? Ou, não é assim que durante toda a sua vida, eles estavam perdidos e ultimamente voltaram ao caminho certo? Pois considere o caso do povo de Israel no tempo do profeta Elias. Todos os líderes, os grandes e notáveis, os governantes, mestres e ocupantes de outros postos estavam entregues à idolatria, a ponto de Elias pensar que tinha ficado só. Mas o Senhor Deus tinha conservado sete mil e quem viu estes sete mil e quem se deu conta de que eram povo de Deus?

     E que foi que houve no tempo do Senhor Jesus Cristo, quando todos os Apóstolos se escandalizaram e caíram? Quando todo o grande e glorioso povo renegou, rejeitou, condenou e crucificou a Cristo, de modo que também sobraram apenas um ou dois: Nicodemos, José, Maria e o malfeitor na cruz? Não eram esses também chamados povo de Deus? Ou não restava nada do verdadeiro povo de Deus? Sim, havia povo de Deus. Só que não tinha o nome e a aparência.

     E que tal se, desde o início do mundo (pois as obras de Deus são totalmente contrárias à razão humana e diferentes das obras dos homens), foi assim com a Igreja ou o povo de Deus: alguns receberam o nome de povo de Deus e santos, mas, na verdade, não o foram, enquanto que outros, o pequeno e desprezado grupinho que sobrou, não tiveram esse nome, mas, de facto, eram povo de Deus?

Martinho Lutero
In Meditações de Lutero, Castelo Forte - 1983

Sem comentários: