… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sábado, 23 de dezembro de 2017

“Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração... e o teu próximo com a ti mesmo.” (Lc 10:27)


“Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração... e o teu próximo com a ti mesmo.” (Lc 10:27)
     Cá estão as boas obras, descritas todas de uma só vez – são estas que devemos praticar uns para com os outros, tal como as realizou em nós o Pai celeste e ainda as realiza sem interrupção. Já ouviram muitas vezes que não precisamos de boas obras para com Deus, mas com o próximo as precisamos. Não se pode nem fortalecer nem enriquecer a Deus com boas obras, mas os homens, a esses sim podemos fortalecer e enriquecer. É o próximo que precisa delas, é a ele que devem ser dirigidas, e não a Deus. Isto vocês já o ouviram muitas vezes, e que fique em vossos ouvidos; queira Deus que também passe para as mãos e <para> as obras!

     A fé é pertinente só a Deus, esta fé recebe obras divinas, e é somente Deus quem as realiza. E estas mesmas obras de Deus nós as recebemos só pela fé. De acordo com isto devemos dedicar-nos ao próximo e fazer com que todas as nossas obras o sirvam a ele.

     A fé devo levá-la para dentro de mim e para cima, a Deus; as obras devo levá-las para fora e para baixo, para o próximo.


Martinho Lutero
In Meditações de Lutero, Castelo Forte - 1983



Sem comentários: