… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão do meu Pai.” (Jo 10:29)



Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão do meu Pai. (Jo 10:29)

      PESSOA nenhuma deste mundo pode escapar disto: se realmente pensa em Deus, o seu coração estremece dentro do peito e dá-lhe vontade de ir correndo pelo mundo fora. Sim, logo que Deus é mencionado, <a criatura humana> fica como que com medo e atemoriza-se. Não falo de gente rude, grosseira, mas de pessoas, cujo coração é atingido e que sentem os seus pecados. (É só para essas que pregamos). Pois a consciência está aí, e ela sente e sabe que Deus é inimigo dos pecadores e quer condená-los, e que ela não pode fugir nem escapar da ira de Deus. Por isso, para fazer frente a esse temor, Cristo tem de intervir vigorosamente e enxertar no coração aquela doce, amável e consoladora palavra e, assim, afastar os pensamentos graves, amargos e terríveis, apresentando o Pai da forma mais graciosa possível que um coração pode desejar. Por isso, acatemos esta palavra e façamo-la penetrar no coração, como consolo e salvação das nossas almas.

      Se você se apega a Cristo, certamente está no grupo daqueles que, desde o início, foram escolhidos por Deus para esse fim, para que fossem Seus. Do contrário, não viriam a Ele, não dariam ouvido a esta revelação, nem a aceitariam.

      Por isso, deixe que se preocupem com isso aqueles que não têm o Evangelho e não querem dar ouvidos a Cristo. Saiba, porém, que sobre a face da Terra há consolo maior do que este que Ele mesmo lhe oferece e dá neste versículo aqui, a saber, que você pertence a Deus e é Seu filho amado. Pois você tem prazer na Sua Palavra e o seu coração está bem disposto para com Ele. Pois se Cristo é gracioso para consigo e o consola, quem o está consolando é o próprio Deus Pai. Pois foi exatamente para isso que Ele também Se revelou: para que você não precisasse de procurar, de investigar, nem ficar preocupado com o que Ele, porventura, tenha decidido a seu respeito; mas para que você possa ver e saber tudo na Palavra: a vontade de Deus e o que diz respeito à salvação.

 Martinho Lutero   

Sem comentários: