… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

"O poder dado por Cristo e da paz que o acompanha" por Sadhu Sundar Singh




Sadhu Sundar Singh

O poder dado por Cristo e da paz que o acompanha



Certa ocasião em que eu falava do poder dado por Cristo e da paz que o acompanha, um erudito professor perguntou-me como poderia eu ter certeza de que essa paz era um dom real de Cristo e não resultado apenas do meu próprio pensamento e imaginação.


Respondi-lhe que, se fosse resultante do pensamento meu, seria o caso de serem os psicólogos - pois que estudam o pensamento e as suas leis - os primeiros a experimentá-los, mas que não era isso o que acontecia. Lembrei-me de um mendigo cego que certa vez foi visto sentado, aquecendo-se ao Sol e gozando o seu calor; quando um dia lhe pediram a sua opinião sobre o Sol, respondeu que tal coisa não existia. Essa história de uma grande bola pendurada no céu, é absurda, disse ele. O calor que sentia vinha de seu próprio sangue e não de fora. Perguntei ao professor o que pensava ele desse homem e quando ele replicou que era, além de cego, louco, respondi que também ele era espiritualmente cego e, além de cego, louco, por negar a realidade de uma paz que vinha de Fonte para ele invisível.



In “O apóstolo dos pés sangrentos”, Boanerges Ribeiro



Sadhu Sundar Singh nasceu em 3 de setembro de 1889, no estado de Punjabe, no povoado de Rampur, em Patiala, na Índia Foi um missionário cristão indiano. Acredita-se que tenha morrido no sopé da cordilheira dos Himalaias em 1929.

Sem comentários: